Jornal da Educação - ISSN 2237-2164

De onde vem?

O Futebol da Alemanha 72 anos atrás(JE280)

 

A seleção da Alemanha, vitoriosa na Copa do Mundo de 2014, fez bonito. Incrivelmente mesmo após o massacre de 7 x 1 contra a seleção brasileira nas semifinais.

A maior parte dos brasileiros continuaram aplaudindo os alemães (talvez vaiando os brasileiros, o governo, teorias da conspiração, entre outros).

Relatos sobre a simpatia alemã, os auxílios financeiros e culturais que teriam feito, vídeos produzidos pela seleção alemã, entre outros ajudaram.

Eventos esportivos, e no caso o futebol, não são apenas recentemente usados para divulgar causas e fazer propagandas sejam governamentais ou pessoais.

De forma bem diferente da atual seleção alemã, que ganha a atenção pela simpatia, além da qualidade do futebol, temos um evento histórico que merece ser relembrado, ocorrido há 72 anos.

Em 1942 o mundo vivia a Segunda Guerra Mundial, a mais assustadora das guerras que tivemos até hoje e com o maior número de mortos diretos ou indiretos.

As tropas alemãs nazistas nesse período também tentavam provar sua superioridade, mas não pelo caráter amigável e respeito às culturas locais. Pelo contrário , utilizavam a ideia de superioridade da raça ariana. Neste contexto, essa superioridade deveria se dar em todas as áreas, incluindo nos esportes.

Adolph Hitler já tinha sofrido um grande revés ao ter de aceitar a derrota em competições chaves das olimpíadas de Berlim de 1936.

Em 1939, as tropas nazistas invadiram a Polônia, iniciando a Guerra, e em 1941 avançaram sobre o território soviético que hoje chamamos de Ucrânia.

Na cidade de Kiev, recém tomada pelos nazistas, estava a sede do time Dínamo de Kiev, considerado um dos melhores do mundo naquela época.

Durante a invasão, os jogadores deste time ingressaram para a resistência civil que tentava ainda lutar contra os nazistas, tendo tido mais de 600.000 pessoas capturadas e levadas para campos de trabalhos forçados.

Entretanto, quando os nazistas identificaram no meio dos capturados os jogadores do famoso time resolveram preparar uma partida para demonstrar a superioridade nazista.

Uma espécie de revanche de um jogo ocorrido de forma mais informal anteriormente. Propuseram um grande evento onde a seleção nazista jogaria contra os jogadores do Dínamo (embora o nome do time oficialmente formado por eles era neste momento Start).

O juiz era alemão e defensor do nazismo e foi avisado aos jogadores de Kiev que deveriam deixar-se derrotar. A população ucraniana foi convidada a assistir o jogo que contava com a presença de centenas de soldados armados.

 

O jogo da morte

 

No primeiro tempo, os jogadores de Kiev começaram vencendo o jogo. No intervalo informam que se eles não entregassem o jogo no segundo tempo, seriam mortos.

Em uma espécie de desafio de resistência cultural contra a doutrina da superioridade racial nazista, o antigo Dînamo de Kiev derrotou os nazistas por 5 a 3, tendo sido mortos nos dias seguintes a partida.

Independente de melhoras ou pioras em nosso mundo atual, algumas coisas não podem ser contestadas, melhor as derrotas de nossa copa hoje ao terror do futebol de dominação racial que a Alemanha já propagou certa vez. A graça e dedicação da seleção alemã em 2014 ajuda a apagar os traumas que o mundo sofreu dos alemães da década de 40.

Acesso restrito

Please publish modules in offcanvas position.