Jornal da Educação - ISSN 2237-2164

Data limite para submissão de artigos para 2ª Edição do JE Caderno Científico é 25/11/18
O JE Caderno Científico -  Os artigos, resenhas e relatos de experiência podem ser enviados até 25 de Novembro de 2018. A primeira edição da revista digital catarinense circulará em agosto de 2018, sob a coordenação cientifica do professor Doutor Norberto Dallabrida. A segunda edição no início de... Leia Mais
Voto de brasileiros é procuração com deveres e direitos plenos
  Em poucas semanas, as eleições para presidente, governadores, senadores e deputados serão coisa do passado. Exatamente como aconteceu nas demais eleições na história do país, o ‘amor adolescente’ do brasileiro pela democracia infante chega a seu auge junto com a contagem dos votos das urnas... Leia Mais
MALAFAIA, BEIJO GAY E O AMOR ENTRE DAVI E JÔNATAS
Silas Malafaia está de novo furioso com a TV Globo. O motivo é o beijo gay entre dois atores masculinos, exibido na novela “Orgulho e Paixão”. Religiosos fundamentalistas como Malafaia são contra a homossexualidade porque a Bíblia e a Igreja a condenam. “Ah, não sou fundamentalista, MAS, acho... Leia Mais
ELEIÇÕES E ENSINO MÉDIO
  Os dados do SAEB e IDEB publicados recentemente confirmam que o ensino médio é a etapa frágil da educação básica. Essa avaliação é verificada há no mínimo duas décadas, e os governos não deram respostas adequadas para revertê-la. Em Santa Catarina os índices do SAEB e IDEB são menos piores... Leia Mais
República Democrática e as mortes violentas de políticos
  Em um ano eleitoral onde já tivemos tiros contra a caravana de um pré candidato, atentado a facada em outro, e declarações de que se devia “metralhar” os adversários, podemos imaginar que estamos no pior momento de nossa democracia (ao menos em termos eleitorais). Mas uma visão histórica... Leia Mais
As eleições e o ambiente de trabalho
  As eleições estão chegando. Época de se informar e decidir qual governante melhor se enquadra em suas idéias. O voto é secreto e particular. De acordo com o Código Eleitoral, “Lei nº 4.737 Art. 2º: Todo poder emana do povo e será exercido, em seu nome, por mandatários escolhidos, direta e... Leia Mais
A LITERATURA DE CORDEL COMO POSSIBILIDADE DE AMPLIAÇÃO DE HABILIDADES NOS PROCESSOS DE AUTORIA
          THE LITERATURE OF TWINE AS A POSSIBILITY OF EXPANSION OF SKILLS IN THE PROCESSES OF AUTHORSHIP   Kétarine de Matos Gomes¹ Jordelina Beatriz Anacleto Voos ²   RESUMO - O presente artigo é resultado do processo de estágio curricular supervisionado obrigatório que faz parte da... Leia Mais
NINGUÉM QUER SER PROFESSOR... POR QUE A REJEIÇÃO?
          Fui entrevistado esta semana. Uma repórter me escreveu, querendo minha opinião sobre os dados de uma pesquisa, que revela que 49% dos professores entrevistados não recomendam a profissão. Outros 33% estão totalmente insatisfeitos com a carreira. Pensei, pensei e respondi:            ... Leia Mais
prev
next

Ensinamentos dO Pequeno Príncipe

Ilustrações fotografadas do livro pop-up, da Editora Agir, 2015.

O Dia Internacional do Livro Infantil, comemorado anualmente em 2 de abril, tem a intenção de incentivar e conscientizar sobre a importância do gênero literário para a formação de novos leitores, pois por meio deles é possível disseminar valores morais e éticos.

Um dos primeiros livros que todas as crianças leem é o clássico “O Pequeno Príncipe”, principal obra do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, publicado pela primeira vez em 1943.
O título completa 75 anos no próximo dia 6 de abril, e atualmente ocupa o posto de terceiro livro mais traduzido do mundo, e um dos mais vendidos de todo o planeta.
Para celebrar essas duas datas importantes para a literatura, foram separados cinco 5 ensinamentos de O Pequeno Príncipe:

 

1- “Todas as pessoas grandes foram um dia crianças – mas poucas se lembram disso”
Provavelmente uma das maiores metáforas da vida. Quando crianças, as pessoas sonham em ser tudo aquilo que a imaginação permitir, talvez mais além; sonham em viajar, conhecer novos lugares e fazer novas amizades. Mas depois que chegam na fase adulta, pouco podem aproveitar as fantasias e tudo é esquecido pela falta de tempo. No final de todos os contratempos, ou falta deles, esquecem que na verdade todos são crianças que aumentaram de tamanho, e ainda podem realizar tudo aquilo que um dia imaginaram.

2- “As pessoas são solitárias porque constroem muros ao invés de pontes”
Alguns presidentes deveriam ler essa frase, não? As pessoas se preocupam cada vez mais com o próprio nariz e ter o melhor somente em benefício de si mesmas, e esquecem que de nada vale ter tudo e não sobrar nada ao nosso redor. Se as pessoas se preocupassem mais em “construir pontes” para partilharem seus aprendizados e conquistas, o mundo com toda certeza seria um lugar melhor. Pois juntas, as pessoas são mais fortes e sempre que puder ajudar alguém, também haverá alguém que lhe estenderá a mão.

Ilustrações fotografadas do livro pop-up, da Editora Agir, 2015.

 

3- “É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou”. 

Não é proveitoso generalizar ou julgar alguém por algo que aconteceu no passado. As pessoas mudam e ninguém é igual a ninguém, isso é a graça da vida. Todos têm valores, conhecimentos e culturas diferentes, e não se deve fechar as portas para algo que à primeira vista parece não ser bom. O melhor é criar ligações para que as pessoas possam participar umas das vidas das outras, e permaneça com equilíbrio.

 

4- “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”
Tudo aquilo que as pessoas fazem, que deixa de alguma maneira marcado, é responsabilidade delas. Tudo o que pratica, se deve a elas e a mais ninguém. É preciso lembrar que as atitudes mostram às outras pessoas o caráter. Para cativar alguém, é necessário mostrar a verdadeira essência, sem nenhuma mascara ou personagem. Quando as pessoas cativam as outras, devem cuidar daquilo que plantou durante toda a vida. Seja em relacionamentos, conquistas ou em pequenas coisas, mas que para elas pode ter um valor muito especial. Cativar, cultivar e zelar. Todo mundo tem sido responsável por aquilo que cativou durante a vida?

 

5- “Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê verdadeiramente com o coração. O essencial é invisível aos olhos”
Provavelmente essa seja a citação mais conhecida de O Pequeno Príncipe, e muito provavelmente a mais verdadeira. O melhor de um amor, de uma viagem, de um momento, de um presente não é aquilo que ele transmite aos outros, não é o maior valor material que agrega, mas o que melhor toca o coração do outro.
Amores não são mais verdadeiros quando se está em um relacionamento sério no Facebook, viagens não se tornam mais incríveis pelo número de likes no Instagram, amizade verdadeira não se define ao número de pessoas que se tem no WhatsApp. Vivemos em tempos que o “ter” é mais importante do que o “ser”, mas o essencial se guarda dentro das pessoas e não em números de redes sociais.

Encontre-nos Facebook

Please publish modules in offcanvas position.