Jornal da Educação - JE ISSN 2596-223X - online -

Jornal da Educação-JE ISSN 2237-2164   impresso

Joinvilense é o melhor bailarino

 
Felipe Rosa Cardoso, do grupo Maniacs Crew foi eleito o melhor bailarino do Festival 
 Foto: Agência Espetaculum
 
 
No espetáculo de abertura deste ano, a companhia de Deborah Colker levou para o palco do centreventos Cau Hansen, a história de amor e duelos, “Tatyana”, baseado no livro do escritor Aleksander Púchkin (1799-1837), considerado pai da literatura russa, chamado “Evguêni Oniéguin”.
Movimentos, tecnologia, pensamentos e transformações psicológicas emocionaram o público, não somente nos dois atos, do espetáculo da bailarina que participou pela terceira vez do Festival de Joinville, mas nos 11 dias do Festival. 
O espetáculo de balé contemporâneo, traduziu sentimento e introduziu o que seria o mais surpreendente de todos os festivais, do ponto de vista do uso de tecnologias interagindo com os dançarinos.
Durante o 29º Festival de Dança de Joinville, mais de 6500 bailarinos, educadores e coreógrafos vivenciaram a magia de se comunicar e expressar sentimentos através da dança.
 Além dos espetáculos pagos, foram mais de 170 horas de espetáculos gratuitos nos palcos abertos.  Os temas, que saíram de livros, músicas  da internet, dos relacionamentos para os palcos e ganhar realmente era apenas mais um detalhe, mesmo para quem fez inúmeros sacrfícios para poder participar do Festival. 
Neste ano, pioneiramente, todas as apresentações foram traduzidas em libras e o guia do festival foi confeccionado também em braile. Todo o lixo produzido durante o evento foi separado e as associações de catadores e recicladores de Joinville, em parceria com a Fundema deram destino correto aos resíduos.  
Para os turistas, mesmo os locais, o PedalTur, que alugava bicicleta para um roteiro turístico guiado, foi a programação mais que especial. 
 
 
Rumo ao Grand Prix Brasil
 
 Todos os três primeiros colocados, de todas as categorias competitivas do Festival de Dança de Joinville participarão também da primeira edição do Festival de Dança de Joinville em Paulínia – Grand Prix Brasil, que acontece de 12 a 16 de outubro em Paulínia, São Paulo, no Theatro Municipal Paulo Gracindo.
 A cidade paulista será o palco da dança por cinco dias. O evento incluirá, também, a mostra competitiva, a noite dos campeões, cursos, a feira da sapatilha, o festival Meia Ponta e os palcos abertos. 
Os campeões do Grand Prix terão vaga garantida no Festival de Dança de Joinville 2012, com todas as despesas pagas, além de incentivos culturais, a Première Class e audições em formato de aulas com olheiros de companhias nacionais e internacionais. 
 
Participação de escolas
 
Escola Municipal Governo Pedro Ivo Campos - Noite de São João
Foto: Agência Espetaculum 
 
No dia 23 de julho, foi a vez das escolas municipais de Joinville, participantes do Programa Dançando na Escola, subirem ao palco para competir, na categoria Danças populares. Este ano, EM Governador Pedro Ivo Campos conquistou a segunda colocação, na categoria conjunto júnior. Não houve primeiro lugar.
 Com a coreografia “Noite de São João”, da professora Elisiane Wiggers, os 34 alunos dançarinos encantaram com seus movimentos e adereços. Também integram o grupo quatro alunos da EM Orestes Guimarães e oito da EM João de Oliveira.
 A EM Professora Laura Andrade competiu na modalidade Danças Populares - Conjunto Sênior, com a coreografia “Oyá por Nós”, da coreógrafa Tereza Baihense. Na mesma categoria competiram o Grupo de Dança da Escola Estadual Edson Figueiredo, do Rio Grande do Sul, com a coreografia, Made in China; e o Projeto Dança, Educação, Arte e Cidadania do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, com a coreografia Vai dar samba.
A EM Profª Virginia Soares se apresentou nos palcos abertos com a coreografia “Operários da Dança”, da coreógrafa Andresa Gonçalves.
Já o grupo Maniacs Crew - da EEB Germano Timm, de Joinville conquistou o 1º lugar na modalidade Danças Urbanas - Conjunto - Avançada, com a coreografia Rocking.
O bailarino Felipe Rosa Cardoso, do grupo Maniacs Crew, ganhou o prêmio especial de Melhor Bailarino, por sua performance na coreografia City Of The Dance, modalidade Danças Urbanas - Solo Masculino - Avançada, na qual foi o primeiro colocado.