Jornal da Educação - JE ISSN 2596-223X - online -

Jornal da Educação-JE ISSN 2237-2164   impresso

Teatro, música e conhecimento na mostra de trabalhos de Rodeio

 
O teatro da EMEF Santo Antônio representou um pedido de socorro que a Terra fez ao Sol e as estrelas, mas de nada adiantou, a Terra acabou morrendo. 
 
Rodeio – No dia 11 de julho cerca de 300 pessoas, entre estudantes do município e cidades vizinhas, professores, coordenação pedagógica, diretores, convidados e comunidade prestigiaram a VII Mostra de Trabalhos Interdisciplinares de Rodeio.
 
 
O evento aconteceu no Pavilhão de esportes José Maximiliano Venturi, reunindo escolas municipais e estaduais para apresentar os trabalhos desenvolvidos durante o primeiro semestre letivo.
Segundo a Coordenadora de Projetos da Semed de Rodeio, Cristiane Regina Tomelin Agostini, “o principal objetivo é observar o potencial criador que cada criança carrega consigo. Perceber que podemos fazer algo diferente dentro de uma escola ou mesmo dentro de uma sala de aula. E que todos possam transferir seu saber de uma forma espontânea e eficiente”.
Na abertura do evento os alunos do 4º ano da EMEF Santo Antônio, orientados pela professora Carla Regina Uller apresentaram um teatro sobre a terra denominado “Agonia de um planeta”. 
Já os alunos dos 4ºs e 5ºs anos da EMEF Luigia Margherita Vota Ferrari, coordenados pela professora Maria de Loudes Vailatti fizeram a apresentação de uma quadrilha, para relembrar a importância dessas festas nas tradições de alguns povos.
E nos estantes, as escolas apresentaram o resultado de muito trabalho, estudo e dedicação dos alunos e professores, tanto na aprendizagem, quanto na confecção dos objetos expostos na Mostra. 
Entre os principais temas, os cuidados com o meio ambiente. Reciclagem e construção de brinquedos com sucatas, dicas de preservação e cuidados com a natureza, hábitos de higiene, brincadeiras na creche, as festas juninas, literatura infantil e projeções para a próxima década permearam boa parte dos trabalhos.
Cada projeto recebeu a avaliação de duas pessoas. Eles analisavam a clareza, adequação da linguagem, objetividade, importância para a comunidade, aplicação interdisciplinar do tema e envolvimento dos expositores com os visitantes. Os resultados das avaliações foram entregues às escolas, como sugestões de melhorias.
Todos os avaliadores receberam uma sacola ecológica como lembrança de participação do evento. Já as unidades escolares receberam um troféu cada uma.
No encerramento do evento, a turma do Pré I, da Escola Pré Primária Gov. Heriberto Hülse, das professoras Rosangela Floriano e Rose Mari de Fatima Fruet dramatizaram a história da Branca de neve e os sete anões. Assim como os estudantes dos 4ºs e 5ºs anos da EMEF Nova Brasília, da professora Maria Angelita Berri Moser encenaram a música dos patinhos.