Jornal da Educação - ISSN 2237-2164

Blogs

Em cenário de incertezas é preciso educar-se financeiramente(JE286)

                                             Por Eduardo Sehnem Ferro*

O Brasil passa por um momento de incertezas econômicas, o crédito voltou a ficar mais caro, a taxa de crescimento do país reduziu consideravelmente e não existe boas perspectivas no curto prazo.  Por isso organizar-se financeiramente para um cenário de dúvidas é importante e pode trazer maior tranquilidade para possíveis surpresas indesejáveis.  
Aliás, a grande maioria dos brasileiros não tem controle total sobre suas despesas pessoais, ou seja, planejamento, orçamento e controle de gastos estão longe da rotina da maioria das pessoas.

Para manter uma vida financeira saudável, a organização e a disciplina são fatores determinantes para o sucesso. Podemos citar algumas ações iniciais básicas que são importantes para alcançar objetivos pessoais e manter-se estável financeiramente, tais como:

Ter um orçamento ou planejamento financeiro: neles devem constar todas as despesas e receitas, com certeza irá ajudar a visualizar melhor onde está sendo direcionado o dinheiro e vai também contribuir para estabelecer limites aos impulsos de consumo.  É importante registrar todos os gastos, pois um comparativo dever ser feito entre o orçado e realizado. Um histórico deve ser mantido, pois servirá para análise e pode facilitar para uma projeção de um ano seguinte.

Poupar: por mais simples que possa parecer, são muitas as pessoas que não conseguem guardar parte de seus recebíveis, muito pior, acabam gastando mais do que ganham. É importante poupar seja para comprar algo que estabeleceu como meta, para um investimento ou para ter uma reserva financeira. Aliás, ter uma reservar financeira para imprevistos é fator primordial, pois contratempos podem ocorrer, como a perda de emprego, uma doença ou qualquer fato inesperado.

Meta: ter conhecimento de onde se quer chegar é fundamental, conhecer quais são os objetivos e o que realmente precisa ajudará a reunir esforços para a realização por meio do planejamento. O processo de definir metas envolve a identificação das necessidades reais e até bens de consumo. Uma meta é um resultado muito específico do que se pretende alcançar. As metas podem ser definidas de longo prazo, curto prazo até para o dia, a semana, o ano e para a vida toda.

Controle ao comprar: para evitar o consumismo, contribuir para redução de gastos e ajudar a poupar, façamos três simples perguntas antes de efetuar uma compra. Eu preciso desse objeto? Eu tenho dinheiro? Tem que ser agora? Se a resposta for negativa, não faça a compra.
São inúmeras as dicas para que possamos ter um controle ideal das finanças pessoais e contando com esforço e disciplina, um grande passo será dado para no mínimo ter as finanças organizadas.

* Eduardo Sehnem Ferro é controller, contador inscrito no CRC SC-028265/O-7, pós-graduado em Docência do Ensino Superior e colaborador do Escritório Giovani Duarte Oliveira Advogados Associados.

Please publish modules in offcanvas position.