Jornal da Educação - ISSN 2237-2164

Blogs

Uma cápsula para o Brasil (JE301)

 Em meio a leitura diária de blogs e jornais, me deparo com um trabalho feito por alunas da Escola de Educação Básica Presidente Médici, em Joinville. O objetivo era criar uma fórmula para trazer mais felicidade para as pessoas. Três alunas do quinto ano criaram uma cápsula para um mundo melhor, que utiliza ingredientes como felicidade, amor, paz, humildade, justiça e fraternidade.
 Refletindo um pouco sobre isso, imagino se houvesse um remédio para tudo o que o Brasil passa hoje em dia. Algo que sirva contra os sintomas da crise, da ignorância moral, contra a falta de responsabilidade das pessoas, e para tratar dos crimes cometidos pelos engravatados que comandam o país. O Brasil nunca precisou tanto dessa cápsula que as alunas criaram...
 De acordo com o IBGE, a taxa de evasão escolar no Brasil chega a 24,3%. Por consequência cai o tempo médio de escolaridade (7,2 anos), aumentando mais a preocupação com o futuro. 
E o curioso disso tudo é que há poucas pessoas de fora da política que lutem contra isso, pois não há instituições no país que tenham poder suficiente para destruir o véu da ignorância que possuímos.
 Existem infinitos argumentos para provar o tamanho do caos que o Brasil está passando. Inúmeros deles e, principalmente os mais tocantes a educação, tem vínculo direto com o planejamento público, onde está o foco do problema, porém há uma saída, a educação.
 Critico isso, pois as crianças crescem em meio a sociedade alienada a certas condições onde poucos saem desse paradigma. Devemos nos preparar para o futuro e trabalhar para uma nação de conceitos morais de qualidade e com grande participação na vida do estudante, o qual nunca deve ser esquecido, pois representa tudo o que o país será lá na frente.
 Hoje o inúmeros de jovens interessados por política aumentou consideravelmente, talvez por trabalhos como esse citado, os estimulando a pensar em soluções que, até sendo utópicas, como o trabalho citado, tem seu valor, afinal enquanto houver um único indivíduo lutando por uma causa, esse por sua vez não se torna perdida.
 
SOBRE O AUTOR: Vitor Hugo Vicente Batista é graduando em Ciências Econômicas pela Unviersidade da Região de Joinville (UNIVILLE). Estagiário da Coordenação de infraestrutura e Serviços do Instituto Federal Catarinense - Campus Araquari. 

Please publish modules in offcanvas position.