Jornal da Educação - ISSN 2237-2164

Reportagens

Festas comemorativas oficiais

Elly Francisco, emocionado, homenageou sua professora Olívia M. Mazzolli, que lecionou na escola até 1954 
 
No dia 15 de novembro de 1961, o Grupo Escolar Conselheiro Mafra comemorou 50 anos de sua fundação. Para as comemorações a escola ganhou uma pintura nova e diversas empresas e pessoas da comunidade presentearam o estabelecimento com peças de mobiliário e decoração.
O mestre de cerimônia, o radialista Ely Francisco, ex-aluno da escola, voltaria a apresentar o cerimônia de 75 anos e o centenário, neste dia 16 de novembro de 2011. 
A professora Alice da S. Murara esteve à frente dos festejos há meio século e o centenário coube à atual diretora, Olizilma Ana Witti, que assumiu o cargo semanas antes dos festejos em substituição ao professor Fernando Medeiros. 
 
 
 
Em ambos os festejos, trabalhos de alunos sobre a escola e suas perspectivas, sempre sob a orientação dos professores, foram produzidos e expostos à comunidade.  Os convidados da festa de 50 anos, apreciaram uma grande exposição de trabalhos alusivos à data. Fato que se repete neste centenário. 
Nesse ano, os trabalhos foram preparados pelos alunos, sob a orientação dos professores e contando com a ajuda da estagiária e voluntária, professora mestre Karyne Johann que está escrevendo a história do primeiro grupo escolar de Santa Catarina, para seu Trabalho de  Conclusão de Curso de pedagogia, sua segunda graduação.
Já os voluntários Denis Radun, Eduardo Vieira e Regiane dos Santos e Daniel Monti, presentearam a escola com um documentário contendo 17 depoimentos de pessoas que trabalham ou estudaram em épocas diferentes na escola. 
Além de participar na produção do documentário, Eduardo com a ajuda e pesquisa histórica de Karyne e apoio da professora Cátia Linsmeyer  (ex-assessora de direção) produziu a peça teatral, apresentada durante os festejos. Já a programação oficial, foi organizada por um grupo de ex-professoras e funcionárias da escola. 
 
Jornal mensal
 
Alunos de todas as séries escreveram artigos em homenagem a escola que completava meio século. Os melhores foram publicados no jornal da escola, o Jornal Sempre Avante, organizado pela professora Leni Lago Gonçalves.
Para as festividades do cinquentenário, também foi realizada a “Marche aux Flambeaux” (lanternas multicores – nas cores da bandeira nacional e do estado). Os alunos marcharam sob o som da banda de tambores e clarins do 13 BC, auxiliada pela banda de tambores e cornetas do próprio Grupo Escolar. 
Alunos do Colégio Bom Jesus dirigidos pelo professor Rudolfo Meyer colaboraram numa coreografia em homenagem a Orestes Guimarães e ao Conselheiro Mafra. 
Também para a festividade de 100 anos, ocorreu a transladação do busto (feito pelo artista Fritz Alt no ano de 1955) do Professor Orestes Guimarães (fundador da escola), do pátio da Prefeitura Municipal para o pátio da escola. 
 
Encontro de ex colegas
 
A emoção e ansiedade por encontrar colegas de escola e ex-professores era visível no olhar das mais de 500 pessoas que compareceram ao encontro realizado na noite do dia 16 de novembro. Uma cerimônia singela e cheio de emoção. 
A apresentação de uma peça teatral contando a história da escola e um musical preparado pelos alunos foram outras das atrações da noite. O público conheceu também as candidatas à rainha e rei do centenário e puderam, mais uma vez, cantar juntos o hino da escola.  

Please publish modules in offcanvas position.