Jornal da Educação - JE ISSN 2596-223X - online -

Jornal da Educação-JE ISSN 2237-2164   impresso

Reportagens
Educação Ambiental

Faça a sua parte, sem esperar pelo outro

     Na edição anterior, o Jornal da Educação, iniciou uma série de reportagens sobre o aquecimento global. O objetivo é produzir material que sirva de subsídios aos professores para desenvolver atividades em sala de aula. Nesta edição, dando continuidade, abordaremos um outro aspecto, dando dicas de ações que podem ser implementadas individual ou coletivamente para reduzir a emissão dos gases que provocam o efeito estufa, os agentes causadores do aquecimento.

     Desde 1861, as concentrações dos gases de efeito estufa - CO2, CH4 e N2O - na troposfera aumentaram significativamente. De acordo com estudos do IPCC e da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, os humanos causaram essa elevação da quantidade de gases na troposfera pela queima de combustíveis fósseis, pelo desmatamento e queima de florestas e campos, por causa das plantações de arroz e da utilização de fertilizantes inorgânicos (que liberam N2O).

     Em decorrência disso, há maior retenção desses gases na atmosfera, que por sua vez, deixa a terra mais quente. Com a elevação da temperatura, toda a estrutura global pode se alterar, ocasionando por exemplo furacões como o Catarina, que em 2004 passou por Santa Catarina e Rio Grande do Sul, afetando as comunidades rurais das regiões, com plantações devastadas, casas destruídas e serviços públicos suspensos.

     Em 1990, 1995 e 2001, o IPCC publicou relatórios de avaliação das mudanças da temperatura no passado e fez previsões sobre como provavelmente essas temperaturas mudarão durante este século. Dentre as descobertas incluídas no relatório, as mais significativas são de que grande parte do aquecimento observado durante os últimos 50 anos é atribuído às atividades humanas e de que a temperatura média da Terra aumentará cerca de 1,4ºC a 5,8ºC entre 2000 e 2100.

     Muitas nações, estados e cidades estão em processo de redução ativa de suas emissões de gases efeito estufa. Atitudes como utilizar mais o gás natural do que o carvão, aumentar a tributação sobre a gasolina, para incentivar o uso de outros combustíveis, fechar usinas termoelétricas ineficientes, ou seja, estão reestruturando a sua economia para aumentar o uso de recursos energéticos renováveis.

     Todos pensam então nessa hora: mas o que eu, como ser individual poderei fazer para reduzir as emissões dos gases estufa? Sou apenas uma pessoa, não tenho poder de reduzir a emissão e muito menos conter o aquecimento do planeta... A questão é que cada indivíduo deve ter a consciência de que é importante para o todo e que cada uma das suas atitudes afetam aos outros. Dessa, forma, ações simples, mas que passam desapercebidas por todos, podem ser tomadas como hábito.


                           Reduzindo as emissões de CO2

               - Dirigir carro que utilize combustível eficiente, 

                  caminhar, andar de bicicleta, 

                  pegar carona ou usar transporte coletivo;
               - Usar janelas, aparelhos e luzes eficientes em energia;
               - Isolar a sua residência e vedar todas as correntes de ar;
               - Reduzir o lixo pela reciclagem e reaproveitamento;
               - isolar o aquecedor de água;
               - usar lâmpadas fluorescentes compactas;
               - Plantar árvores para fazer sombra em sua casa durante o verão;
               - Ajustar o aquecedor de água a uma temperatura não superior a 49ºC
               - Lavar a roupa em água morna ou fria
               - Usar chuveiro com pouca vazão de água.