Jornal da Educação - ISSN 2237-2164

Reportagens

Bacharelado, tecnólogo ou licenciatura?

Active Image


                                                                 Bacharelado


   

No bacharelado, a formação proporcionada ao aluno é voltada para o mercado de trabalho, numa determinada área de atuação. Os bacharéis formados em odontologia, medicina, administração, direito, geografia, biologia, engenharia e outras faculdades estarão aptos ao mercado de trabalho.

Entretanto, dependendo do curso, além do diploma é preciso algum tipo de complementação, como é o caso dos advogados que precisam fazer o teste da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Após concluir o curso, o médico precisa fazer a residência e a especialização. Um grande número de profissões exigem ainda o registro no órgão regulador e fiscalizador da profissão, como é o caso dos contabilistas, administradores, médicos e outros.

Os cursos de bacharelado têm duração de quatro a seis anos, dependendo da habilitação. Mercado de Trabalho: Os cursos de bacharelado também possibilitam que os graduados entrem numa carreira pública, ou sejam profissionais liberais, abrindo suas próprias empresas. Nos cursos de bacharelado que se formam os engenheiros em áreas como a física, química, agronomia, mecânica, engenharia civil, eletricidade, computação, aeroespacial, biomedicina, nuclear, mineração, naval, entre outras.

Dicas: Os cursos de bacharelado em engenharia estão muito relacionados às ciências exatas e para tanto, os candidatos precisam ter facilidade em cálculos, física, biologia e química.

O profissional de engenharia é um dos mais requisitados pelo mercado de trabalho brasileiro. A engenharia tem se transformado muito nos últimos anos, exigindo cada vez mais profissionais altamente capacitados, tendo em vista que o mundo está cada vez mais dinâmico e mecanizado.

  


                                                               Tecnólogo


   Os cursos de tecnologia são cursos rápidos de graduação que formam profissionais para ingressar imediamente no mercado de trabalho.
Com duração de cerca de três anos, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não estão apenas relacionados à tecnologia.
Nestes cursos, se aprende  métodos e teorias orientadas a investigações, avaliações e aperfeiçoamentos tecnológicos com foco nas aplicações dos conhecimentos, a processos, produtos e serviços.
A grade curricular é pensada de modo a desenvolver competências profissionais, fundamentadas na ciência, na tecnologia, na cultura e na ética, com vistas ao desempenho profissional responsável, consciente, criativo e crítico.
Para se candidatar é preciso ter concluído o ensino médio, ou equivalente, e ser classificado em processo seletivo. Os tecnólogos são profissionais de nível superior com formação para a produção e a inovação científico-tecnológica e para a gestão de processos de produção de bens e serviços.
Mercado de Trabalho:  O campo de atuação desse profissional é bem diversificado, podendo atuar em empresas públicas e privadas, em órgãos governamentais, indústrias, empresas de consultoria etc...Entretanto, quem escolhe um curso de tecnólogo precisa ficar atento, pois se a pretensão para o futuro é ingressar em uma carreira pública, é necessário saber que nem todos os concursos públicos aceitam o diploma de tecnólogo para a vaga.
Dicas:  É importante que, antes de se matricular, o candidato verifique se a instituição de ensino tem ligação estreita com as empresas locais promovendo a atualização constante de seus professores e da grade curricular destes cursos. Pois esta ligação direta com as empresas garante a empregabilidade do profissional no mercado de trabalho.

 


                                                            Licenciatura - Seja um professor


Os cursos de licenciatura destinam-se à formação de professores. Uma de suas principais características, é que além de ensinar as disciplinas relativas ao curso escolhido pelo aluno, também ensinará técnicas específicas para se transmitir conhecimento a outras pessoas.
Se o candidato a um curso de licenciatura quer dar aulas na Educação Infantil ou nas séries iniciais (1ª a 4ª séries), deve cursar o Normal Superior ou Pedagogia, com habilitação específica.
Entretanto, se o objetivo é lecionar nas séries finais, como Ensino Fundamental (5ª a 8ª) e no Ensino Médio, cursinhos pré-vestibulares e universidades, é necessário optar pela faculdade da disciplina à qual pretende lecionar.  Nesse caso, os principais cursos são: Letras, para formação em Português, Inglês ou Espanhol e suas respectivas literaturas. Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, Artes, Educação Física, etc.
Geralmente, os cursos de licenciatura em disciplinas específicas, têm duração de quatro ou cinco anos, nos quais o aluno estuda, entre outras coisas, assuntos relacionados à didática, psicologia e filosofia, fundamentos da política educacional, gerenciamento e avaliação do aprendizado, além de fazer estágios em escolas e cursos colocando em prática as habilidades aprendidas durante a faculdade.
Mercado de trabalho:  O mercado educacional é um dos setores com maior déficit de mão-de-obra no País. A competitividade entre profissionais leva à busca constante pelo aperfeiçoamento e aumenta, cada vez mais, a demanda por professores em todas as áreas do conhecimento.
Dica: Em muitos casos, os cursos de licenciatura são em conjunto com o bacharelado. Quando o curso for misto, ou com dupla habilitação, o aluno pode escolher uma modalidade para se diplomar e cursar as matérias específicas ou receber dupla certificação, o que  aumenta suas chances de conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho. Um bom exemplo, é o curso de Letras, que forma profissionais não apenas para dar aulas,mas também para trabalhar como profissional liberal ministrando cursos em empresas, ser tradutor e intérprete, revisor de texto, secretário bilíngüe/trilíngue, ou desenvolver pesquisas nas áreas relacionadas ao uso da línguagem.

Acesso restrito

Please publish modules in offcanvas position.